Photoshop para iniciantes: pequeno guia prático

Você pode até não pertencer ao mundo do design gráfico, mas com certeza já ouviu falar do Adobe Photoshop – um programa incrível que pode ajudar empresas e lojas das maneiras mais diversas. Não é raro encontrar críticas ao software, dizendo que ele é extremamente complicado ou intimidador; no entanto, a verdade é que ele pode ser bem simples de usar.

Saber como usar o Photoshop é uma dessas habilidades que podem ser extremamente úteis na hora de construir uma nova loja de dropshipping: com esse poderoso editor de imagens, você pode criar gráficos, editar e otimizar as fotografias de produto e até mesmo criar novos anúncios e banners.

Além disso, a internet está cheia de tutoriais e vídeos que simplificam o Photoshop para iniciantes e desvendam alguns dos problemas mais comuns encontrados na plataforma.

Se você já sabe alguma coisa sobre softwares para edição de fotos, não precisa se preocupar em como usar o Photoshop, pois ele está longe de ser um bicho de sete cabeças. O que vamos fazer neste guia é apenas mostrar algumas noções básicas da plataforma; a partir daí, você estará devidamente equipado para descobrir os tutoriais mais avançados.

Photoshop para iniciantes: a interface do programa

É importante conhecer a anatomia de um software antes de começar a utilizar os seus recursos. Assim que você abrir o Photoshop, verá o menu principal logo no topo da tela e, no lado esquerdo, uma barra lateral que exibe as principais ferramentas. No lado direito da tela, estão as ferramentas de cores e amostras.

Como usar o Photoshop: as ferramentas

As ferramentas do Photoshop, exibidas no menu lateral esquerdo, são os principais recursos do software (e possivelmente os que você mais utilizará). Em termos práticos de como usar o Photoshop, as ferramentas estão organizadas de acordo com as funções que desempenham:

  • O primeiro grupo é composto por ferramentas que selecionam, cortam e editam imagens. Com elas, é possível selecionar as partes da foto que você deseja remover, alterar ou editar;
  • No segundo grupo, estão as ferramentas de retoque e pintura. Elas podem ser utilizadas para remover resíduos ou alterações de cor, desenhar novas imagens e também para remover ou colorir uma parte da imagem;
  • No terceiro e último grupo estão as ferramentas de desenho e texto. Com elas, você pode escrever mensagens personalizadas em uma imagem com a ferramenta Caneta, por exemplo.

Sempre que estiver em dúvida sobre qual ferramenta utilizar, é só passar o mouse sobre elas: pequenos pop-ups serão exibidos, listando de maneira breve o nome e a finalidade de cada uma.

Photoshop para iniciantes: como abrir um documento

Para criar um novo documento ou abrir um arquivo de imagem do seu computador, clique em “Arquivo”, a primeira opção exibida no menu de navegação principal. Ao selecionar “Novo”, você estará criando um novo documento em branco no Photoshop; ao selecionar “Abrir”, precisará escolher um documento armazenado no seu computador.

Se você selecionar a opção para criar um novo documento, verá uma nova janela pop-up; é nela que você deverá inserir informações relevantes sobre o novo arquivo, como o nome do mesmo, o tamanho e o tipo de resolução. Essas definições podem ser especialmente importantes se você está criando novas imagens para o seu site e o template dele ou a plataforma na qual ele está hospedado aceitam apenas imagens de um determinado tamanho. Neste tutorial, utilizaremos o tamanho padrão das imagens do Oberlo: 880×450 pixels e uma resolução de 72 pixels/polegada.

Atenção: se você está querendo criar imagens de alta qualidade, recomendamos a resolução de 300 pixels/polegada. O único problema desta resolução é o tamanho final do arquivo de imagem, então é bom tomar cuidado.

Agora é só clicar em “Criar” e pronto!

É importante lembrar que, ao criar um novo documento de imagem, o Photoshop também bloqueia a edição das camadas do arquivo. Para desbloquear este recurso, basta clicar no ícone de cadeado exibido ao lado do nome do arquivo.

Photoshop para iniciantes: como usar as camadas

As camadas fazem parte do grupo de conceitos-chave do Photoshop e estão presentes ao longo de todo e qualquer processo de edição; por isso mesmo, precisam ser estudadas com calma.

Muitas vezes, as camadas só são notadas porque podem bloquear a utilização de uma outra ferramenta ou de algum comando específico de edição. No entanto, saber utilizar as camadas significa também saber resolver possíveis problemas que, nas mãos de alguém que desconhece a plataforma, se transformariam numa fonte terrível de frustração.

Para utilizar uma expressão cunhada pela própria Adobe, as camadas podem ser entendidas como “lâminas de vidro transparente empilhadas”. Em uma imagem que possui diversas camadas, pode ser mais simples editar uma única parte do arquivo sem necessariamente alterar drasticamente o resultado final. Vale destacar ainda que você pode adicionar ou remover as camadas de um arquivo e, se clicar no ícone de olho localizado ao lado esquerdo dos nomes das camadas, pode simplesmente ocultá-las.

Na maioria das vezes, o Photoshop acaba criando novas camadas automaticamente sempre que uma nova etapa do processo de edição é realizada: é o que acontece quando você inclui um texto ou edita a cor do plano de fundo. Vale notar que as camadas costumam ser criadas sem nome ou apenas com nomes padrão.

No exemplo acima, temos três camadas: a do plano de fundo, bloqueada automaticamente pelo Photoshop, e as duas camadas de texto. Na hora de editar imagens, tente nomear as camadas da melhor maneira possível, para evitar confusões ou erros ao longo do processo de edição.

Photoshop para iniciantes: a ferramenta Caneta

A Caneta é uma excelente ferramenta do Photoshop, pois permite a criação de formas e escritas próprias. Ela está disponível em quatro formatos diferentes:

  1. A Caneta padrão permite a criação de curvas e outros segmentos retos;
  2. A Caneta de curvatura possibilita a criação de segmentos e curvas de maneira intuitiva;
  3. A Caneta de forma livre ajuda a criar de maneira livre, sem o rigor de tamanhos e formas fixas;
  4. A Caneta magnética ajuda a desenhar formas fixas para as margens do arquivo.

Por ora, vamos mostrar apenas a utilização da Caneta padrão. Para consultar algumas dicas mais avançadas, acesse as páginas de ajuda da Adobe.

Para selecionar a Caneta, é só clicar no ícone de caneta presente no menu esquerdo e, com ele pressionado, aguardar até que todas as opções de Caneta sejam exibidas. Depois disso, basta selecionar a opção “Ferramenta Caneta” (para facilitar, é só lembrar que ela é a primeira da lista).

Com a Caneta ativada, é importante lembrar que todo e qualquer clique feito no documento de imagem resultará na criação de um ponto de ancoragem. Esses pontos de ancoragem nada mais são do que as bases a partir das quais as curvas serão criadas.

Vejamos um exemplo prático, fornecido pela própria Adobe nas suas páginas de ajuda. Com a Caneta, é possível desenhar uma estrela – basta clicar em dez locais diferentes para construir as pontas da mesma.

Fonte: Adobe

Para desenhar uma forma com curvas, o processo será um pouquinho diferente:

  1. Clique no ponto que funcionará como o primeiro ponto de ancoragem, mas não solte; em vez disso, arraste o mouse para criar as linhas de direção que moldarão a curva. Vale lembrar que o modelo da curva dependerá exclusivamente do tamanho e da inclinação dessas linhas de direção. Quando estiver satisfeito com a linha criada, solte o mouse;
  2. Clique no ponto em que o segmento de curva deve terminar (é o mesmo ponto no qual a curva mudará de direção). Para ilustrar, vamos supor que você está tentando criar uma curva no formato de C: a primeira coisa a fazer, então, é clicar em um novo lugar para criar um segundo ponto de ancoragem e, em seguida, arrastar o mouse na direção oposta que você havia seguido anteriormente, na etapa 1. Se o objetivo é criar uma curva em formato de S, você deverá arrastar o mouse novamente para a mesma direção da etapa 1;
  3. Repita o processo acima até criar o formato imaginado, mas atenção: você só poderá mover os pontos de ancoragem e alterar o local das linhas de direção nos pontos finais desses traçados. Para fazer isso, é necessário pressionar a tecla Ctrl antes de clicar e mantê-la pressionada durante todo o processo. Se você acidentalmente criar um ponto extra por ter se esquecido de pressionar a tecla Ctrl, pressione Ctrl + Z para desfazer a ação mais recente. Este último atalho funciona para desfazer qualquer ação no Photoshop, então é bom guardá-lo na memória.

Fonte: Adobe

Photoshop para iniciantes: a ferramenta Texto

A ferramenta Texto permite a inclusão e a criação de palavras e frases em uma imagem. Se você pressionar com o botão do mouse o ícone da ferramenta no menu esquerdo do Photoshop, verá as opções de Texto Horizontal e Texto Vertical – bem como as opções de Máscara de Texto.

O Photoshop já conta com uma gama bastante ampla de fontes de texto mas, se você trabalha com a sua própria fonte, pode importá-la para o software sem grandes problemas. Para fazer isso, basta instalar o arquivo OFT ou TTF da fonte no seu computador e reiniciar a máquina; quando você abrir novamente o Photoshop, a fonte já estará lá.

A ferramenta Texto conta com uma série de recursos, como por exemplo:

  • Alteração de tamanho e cor, além de diversos estilos como itálico, sublinhado, negrito e small caps;
  • Espaçamento entre as linhas do texto e também entre as letras;
  • Dimensionamento vertical e horizontal do texto, além de altura e largura das letras.

Photoshop para iniciantes: a ferramenta Degradê

O degradê nada mais é do que uma transição de tons entre duas ou mais cores, e costuma ser utilizado com bastante êxito em planos de fundo, fotografias de produto e também em material promocional. Além disso, também confere um visual profissional e elegante à imagem, contribuindo positivamente para a identidade da marca.

A ferramenta Degradê já possui algumas opções pré-definidas de tons, mas também é possível criar uma tonalidade própria. Para criar o seu próprio degradê, é só seguir as etapas abaixo:

  • Selecione a ferramenta Degradê e, em seguida, clique na opção de cor presente na barra superior;
  • Ali, você verá o pop-up abaixo, que possui os degradês já prontos para utilização.
  • Para criar o seu próprio degradê, basta clicar duas vezes na mesma opção de cor presente na barra superior. Ao fazer isso, você verá o “Editor de gradiente”, no qual é possível criar novos degradês a partir de bases já prontas.
  • Quando concluir o processo de criação do novo degradê, é só clicar em “OK”: o pop-up será fechado e você poderá aplicar o degradê na imagem em edição. Para fazer isso, é só clicar com o mouse em um ponto da imagem e, mantendo-o pressionado, arrastá-lo até outro ponto. Lembre-se de selecionar a camada de plano de fundo (ou qualquer outra que desejar alterar), caso contrário o degradê simplesmente não será aplicado.
  • Em seguida, o Photoshop criará o degradê.

No menu superior, você encontrará cinco opções de degradê:

  1. Degradê linear, que forma uma linha reta (como o exemplo acima);
  2. Degradê radial, que forma um círculo simétrico;
  3. Degradê angular, que forma um círculo no sentido anti-horário;
  4. Degradê refletido, que reflete o degradê linear em dois espaços;
  5. Degradê diamante, que reflete o degradê a partir do centro da imagem, imitando os reflexos de um diamante.

Photoshop para iniciantes: a ferramenta Laço

A ferramenta Laço foi criada para isolar uma determinada parte da imagem: com ela, é possível cortar, editar ou simplesmente remover um elemento. Diferente das outras ferramentas de corte, a ferramenta Laço permite que você selecione a área com o próprio movimento do mouse e não restringe a ação aos formatos circulares ou retangulares.

O Laço possui três versões diferentes:

  • Ferramenta Laço: no formato tradicional da ferramenta, é possível moldar a forma que você deseja cortar com o botão esquerdo do mouse pressionado. Para obter melhores resultados, recomenda-se fechar o corte no mesmo ponto em que ele foi iniciado; 
  • Laço Poligonal: com este Laço, é possível desenhar um polígono com linhas retas. Basta clicar no ponto inicial e determinar os outros três pontos de ancoragem, que desenharão a forma; 
  • Laço Magnético: possivelmente o mais preciso dos três, este último Laço cria pontos magnéticos ao longo da imagem que você está selecionando, otimizando o resultado final. Basta clicar em um ponto que servirá como o ponto primeiro de ancoragem e, com o botão esquerdo do mouse pressionado, contornar a imagem. Quando terminar, solte o mouse.

Para aumentar ou diminuir uma parte do elemento selecionado, pressione as teclas Ctrl + Shift durante o processo; para diminuir o tamanho da seleção, pressione Ctrl + Alt. Vale lembrar que, se você por acaso cometer algum erro, é só pressionar Ctrl + Z (mais conhecido como o comando que salva vidas!).

Conclusão: Photoshop para iniciantes

Um empreendedor que está começando a carreira e se aventurando pelo mundo do dropshipping precisa saber como lidar com expectativas, desafios e novidades – e um dos conhecimentos mais valiosos para se cultivar ao longo desse trajeto é o que discutimos aqui: saber como usar o Photoshop e como editar imagens. Agora que você já sabe as noções mais básicas, pode procurar tutoriais mais avançados e mergulhar de cabeça nesse mundo.

E, se estiver com um pé atrás, é só lembrar que o Google pode ser um aliado inestimável na hora de encontrar tutoriais e guias para os mais diversos níveis de aprendizado.

Lembre-se de que, quanto mais você souber sobre o Photoshop, melhores serão as suas qualificações para editar e ajustar as imagens do seu site – o que significa não só uma economia de dinheiro, mas também um maior controle criativo para garantir que tudo fique exatamente do jeito que você deseja.

E você, já sabe como usar o Photoshop para editar as imagens do seu e-commerce? Conhece algumas outras dicas importantes sobre o software? Fale com a gente aqui pelos comentários!

Quer saber mais?

Vem para o Oberlo

Venha para o Oberlo e ganhe uma conta no plano Starter.

Assine agora mesmo

Nós usamos cookies para melhorar o desempenho do site e criar uma experiência de navegação totalmente exclusiva. Se você aceitar navegar pelo nosso site, estará aceitando também a nossa política de privacidade.