10 estatísticas das redes sociais que todo empreendedor precisa conhecer em 2019 [INFOGRÁFICO]

As redes sociais mudaram o modo como vivemos nossas vidas: é por meio delas que recebemos notícias, ficamos sabendo de vagas de emprego e interagimos com os nossos amigos e familiares.

Não há como negar: elas são poderosas, gigantescas e vieram para ficar.

As plataformas sociais vêm crescendo exponencialmente desde 2004 – e, nos últimos anos, temos visto um desenvolvimento que é especialmente poderoso para o e-commerce: a articulação de canais como o Instagram e o Facebook para empresas, que funcionam como canais de compra.

É nas nessas redes, afinal, que os clientes já fidelizados (e os clientes em potencial) podem interagir de maneira orgânica com as marcas, superando barreiras geográficas e mesmo sociais.

Na era dos influenciadores e dos conteúdos gerados por usuários, no entanto, a gestão de redes sociais é também um desafio cada vez maior.

A questão, então, é: será que vale a pena investir nas redes sociais? E qual será a estratégia de marketing em rede social mais adequada para a sua empresa?

As redes sociais na internet vivem um momento bastante singular: como já estão bem-estabelecidas, cada uma conta com um público-alvo bastante distinto do outro. Isso significa que, para conseguir vender nas plataformas, você precisa primeiro encontrar aquela que seja mais compatível com a sua marca.

E a maneira de fazer isso é pesquisando dados sobre redes sociais.

Por isso mesmo, decidimos compartilhar algumas das estatísticas mais importantes sobre as principais redes sociais da internet. O conteúdo que listamos abaixo é essencial para empreendedores que querem saber um pouco mais sobre o gerenciamento de redes sociais – e também para aqueles que ainda estão em cima do muro sobre investir ou não em uma rede social.

1. Usuários ativos diariamente

O número de usuários das redes sociais na internet vem crescendo continuamente nos últimos anos: só no início de 2019, por exemplo, o número de usuários atingiu a marca dos 3.2 bilhões de pessoas – ou 42% da população mundial!

Tamanho crescimento se deve ao desenvolvimento tecnológico que vem nos acompanhando nos últimos anos. Com tecnologias acessíveis, dispositivos eletrônicos mais baratos e conexões sempre disponíveis, a rede social se transformou em uma companheira constante.

Atualmente, as redes sociais mais usadas no mundo estão totalmente disponíveis em formatos de app e são totalmente otimizadas para os mais diversos navegadores de internet, o que torna o acesso a elas algo descomplicado e instantâneo.

Vejamos, a seguir, outros pontos positivos das redes sociais.

2. Facebook para empresas: o líder do mercado

O Facebook é, sem dúvidas, uma das redes sociais mais usadas no mundo. Considerado quase sinônimo de “rede social”, o Facebook conta com 2,32 bilhões de usuários ativos por mês – e já havia atingido a marca de um bilhão de usuários lá atrás, em 2012.

No entanto, não basta apenas saber que o Facebook é uma das redes mais utilizadas; é necessário saber, também, como otimizar os recursos da sua loja para que a marca seja encontrada dentro da plataforma. A primeira coisa que você deve fazer, então, é descobrir como anunciar no Facebook e impulsionar os anúncios da loja.

Não se esqueça de que anunciar nas principais redes sociais significa também se familiarizar com os algoritmos.

3. Quem usa as plataformas sociais?

Quem quer saber como vender pelas redes sociais precisa, é claro, descobrir se o público-alvo da loja está presente nessas plataformas.

Para quem não se lembra, os baby boomers são a geração nascida entre os anos de 1946 e 1960; a geração X é a que a seguiu, entre 1961 e 1981; e os millenials são os jovens nascidos entre 1981 e o início dos anos 2000 – e parece que as três gerações estão presentes não só nas redes sociais mais usadas no Brasil, mas também no mundo todo.

É verdade que os millenials continuam a ser a geração que mais utiliza as redes sociais, a que tem maior acesso a smartphones – e, claro, o foco de qualquer estratégia de gestão de redes sociais. A geração X, por sua vez, alcançou uma utilização significativa de tablets e outros dispositivos; e os baby boomers, que antes tinham aversão às novas tecnologias, estão cada vez mais integrados.

 

4. Tempo gasto

Acontece até com as melhores redes sociais: elas nos deixam viciados, dependentes de novos conteúdos e novas interações. Quem nunca passou minutos incontáveis rolando o interminável feed do Facebook? Ou demorou para começar a comer porque precisava tirar a foto perfeita para postar no Instagram?

Isso acontece no mundo todo; não é um fenômeno exclusivo às redes sociais mais usadas no Brasil. É por isso que a média de utilização diária dessas plataformas atingiu a média de 2 horas e 22 minutos no início de 2019.

Parece um número alto, mas na verdade é um que traz consigo uma boa notícia para empreendedores e lojistas: a divulgação em redes sociais – e as estratégias comerciais do Facebook para empresas – podem gerar resultados concretos dentro de pouco tempo.

5. Plataformas sociais para empresas: o poder do marketing

O e-commerce e o varejo não demoraram muito para perceber o potencial das redes sociais na internet: 73% das marcas entrevistadas, afinal, afirmam que as experiências que tiveram com o marketing nas redes sociais mais usadas no mundo foram “positivas” ou “muito positivas”.

A verdade é que as melhores redes sociais já fazem parte integral de qualquer estratégia de marketing – seja no formato de Stories, em parcerias com influenciadores ou mesmo em vídeos no YouTube.

Nessas plataformas, é possível anunciar sem gastar muito dinheiro, interagir diretamente com o público-alvo e fidelizar clientes com promoções exclusivas; por isso mesmo, pode ser uma boa ideia investir nas redes sociais mais usadas no Brasil – sobretudo no Facebook e no Instagram.

6. Os clientes estão presentes nas principais redes sociais

Além de serem parte integral das estratégias de marketing, as redes sociais mais usadas do momento estão se transformando em uma etapa quase que obrigatória do processo de compra do cliente.

As plataformas sociais, afinal, servem como um espaço no qual os clientes podem pesquisar sobre a história da marca; onde podem ler avaliações honestas de clientes e, claro, encontrar promoções exclusivas da marca.

Isso significa que o gerenciamento de redes sociais precisa se transformar em um dos pilares de qualquer empreendedor: é essencial, afinal, que a marca tenha uma presença forte nas redes – e a melhor maneira de fazer isso é construindo uma boa relação com os seus clientes e seguidores.

7. O real impacto de uma boa experiência de compra

Você já deve ter reparado que todas as nossas estatísticas têm algo em comum: elas destacam a relevância de estratégias como o Facebook para empresas e a importância da gestão de redes sociais.

Para garantir que o seu cliente não só realize uma compra, mas também interaja com a marca nas redes, é essencial que você saiba como se beneficiar dos recursos que essas plataformas têm a oferecer – e um deles é o serviço de atendimento ao cliente.

Quando falamos de atendimento ao cliente, não estamos apenas falando de resolver problemas e atrasos na entrega; estamos falando também de uma estratégia que vemos cada vez mais nas redes sociais mais usadas no mundo: a construção pública de uma marca que é acessível e responde com honestidade todos os comentários, menções e interações que recebe nas plataformas sociais.

Não ignore os seus clientes e seguidores: ao interagir com eles, você mostra que a marca quer ouvir o que eles têm a dizer; que a opinião deles importa, pois a sua história de sucesso depende, é claro, deles.

8. Influenciadores podem ajudar a construir uma identidade pública da marca

As redes sociais na internet são indissociáveis de um outro fenômeno moderno: os influenciadores digitais.

Com quase 54% dos clientes em potencial baseando decisões de compra nas opiniões de influenciadores e nos conteúdos que estes publicam nas melhores redes sociais, é natural que as marcas busquem firmar parcerias com influenciadores relevantes.

Se você está trabalhando com o gerenciamento de redes sociais, já sabe qual pode ser a sua próxima estratégia de vendas.

9. Instagram Stories

A resposta para a temida pergunta “Qual a rede social mais usada?” varia de acordo com o país, o ano e até mesmo o mês de avaliação. Por mais que o Facebook venha dominando o ranking das redes sociais mais usadas no mundo, o Instagram está chegando cada vez mais perto – em grande parte graças aos Stories.

Com mais de 500 milhões de usuários ativos, o Instagram Stories é provavelmente o recurso mais utilizado da plataforma, e já se tornou uma parte essencial do trabalho de gestão de redes sociais.

A melhor parte é que os conteúdos dos Stories podem ser altamente interativos, graças aos adesivos, gifs e enquetes. Aproveite o espaço para liberar toda a sua criatividade e mostrar uma marca moderna e descontraída.

10. Utilização das principais redes sociais: dispositivos escolhidos pelos clientes

A demanda por conteúdos compatíveis com dispositivos móveis é uma constante dentro do mundo virtual – e que se faz especialmente relevante dentro do gerenciamento de redes sociais.

Os smartphones foram se desenvolvendo de maneira quase que paralela às plataformas sociais mais usadas no Brasil, e é essencial que a sua marca acompanhe as mudanças e tendências do mercado se quiser sobreviver no mundo virtual.

Afinal, os seus anúncios (e o site virtual da loja) precisam estar devidamente otimizados para diferentes sistemas operacionais e navegadores – caso contrário, os clientes simplesmente desistirão da compra.

Resumo: estatísticas sobre redes sociais

Vejamos, então, um resumo das estatísticas apresentadas acima:

  1. As plataformas sociais contabilizam 2 bilhões de usuários no mundo todo;
  2. O Facebook é a plataforma social mais utilizada;
  3. 90,4% dos millenials, 77,5% da geração X e 48,2% dos baby boomers são ativos nas redes sociais mais usadas;
  4. O tempo médio de utilização das plataformas sociais é de 2 horas e 22 minutos;
  5. 73% das marcas entrevistadas afirmam que as experiências que tiveram com o marketing nas redes sociais foram “positivas” ou “muito positivas”;
  6. 54% dos clientes usam as redes durante o processo de compra;
  7. 71% dos clientes que tiveram boas experiências de compra nas redes sociais afirmaram que recomendariam a marca para familiares e amigos;
  8. 49% dos consumidores baseiam suas decisões de compra nas opiniões e nos conteúdos de influenciadores digitais;
  9. O Instagram Stories conta com 500 milhões de usuários ativos diariamente;
  10. 91% dos usuários acessam as redes sociais via dispositivos móveis.

As estatísticas das redes sociais que mostramos neste artigo indicam que diferentes plataformas servem a diferentes propósitos. Quando analisar não só as redes sociais mais usadas no mundo, mas também o nicho da sua loja e os itens que você está disposto a vender, é importante que você saiba identificar a plataforma que poderá gerar os melhores resultados.

Esperamos que os dados acima possam ser úteis na sua jornada para o sucesso e ajudem a impulsionar as vendas da sua loja.

Você quer saber mais sobre os números das redes sociais no Brasil? É só deixar um comentário aqui embaixo!

Quer saber mais?

Nós usamos cookies para melhorar o desempenho do site e criar uma experiência de navegação totalmente exclusiva. Se você aceitar navegar pelo nosso site, estará aceitando também a nossa política de privacidade.